Brasil bate a República Dominicana e conquista segunda vitória no Mundial

A Seleção Brasileira Feminina de Vôlei conquistou sua segunda vitória no Mundial ao vencer a República Dominicana por 3 x 0, com parciais de 25 – 15, 25 – 20 e 25 – 22.

A ponteira Gabi foi  a maior pontuadora da partida com 15 pontos, sendo 14 de ataques e 1 ace. Outro destaque foi a oposta, Tandara com 14 pontos, sendo 10 de ataques e 4 bloqueios.

BRA – Gabi 15, Tandara 14, Garay 11, Rosamaria 5, Bia 5, Carol 3, Adenizia 3.

REP – Gaila 10, Peña 9, B.Martinez 7, Eve 6, De La Cruz 6, Vargas 4, Rivera 3, Marte 1, J.Martinez 1.

CLASSIFICAÇÃO:

Sérvia – 6

Brasil – 6

Porto Rico – 3

Quênia – 3

Cazaquistão – 0

República Dominicana – 0

Foto: Divulgação/ FIVB.

Anúncios

Lipe anuncia aposentadoria da Seleção Brasileira

Após conquistar o vice do Mundial, o ponteiro Campeão Olímpico Lipe Fonteles, anunciou aposentadoria da Seleção Masculina de Vôlei. No Instagram da CBV, o jogador deixou uma mensagem para os fãs.

Com a Seleção, Lipe foi campeão Olímpico nas Olimpíadas do Rio em 2016. Campeão da Copa do Mundo em 2013, Campeão do  Sul-Americano em 2013 e 2015, Campeão dos Jogos Pan-Americanos em 2011. Vice-campeão do Mundial em 2014  e 2018, e vice-campeão da Liga Mundial em 2013, 2014 e 2016.

Foto: Divulgação / FIVB.

Polônia vence o Brasil e é Tricampeã do Mundial

A Seleção Brasileira Masculina de Vôlei perdeu para Polônia e ficou o vice do Mundial Masculino. O oposto Bartosz Kurek que há quatro anos foi cortado às vésperas do Mundial, foi o destaque da partida com 24 pontos e eleito o MVP  da competição.

Polônia 3 x 0 Brasil (28-26, 25-20, 25-23).

POL – Kurek 24, Kubiak 12, Arthur 10, Nowakowski 3, Drzyzga 3, Kochanowski 3, Bieniek 2.

BRA – Wallace 14, Douglas 11, Evandro 7, Lipe 6, Lucão 6, Isac 3, Lucas Lóh 2, Bruno 1, M.Souza 1.

PREMIAÇÕES INDIVIDUAIS:

Levantador: Christenson (EUA)
Oposto: Anderson (EUA)
Ponteiro 1: Douglas (BRA)
Ponteiro 2: Kubiak (POL)
Central 1: Lucão (BRA)
Central 2: Nowakowski (POL)
Líbero: Zatorski (POL)

MVP: Bartosz Kurek (POL)

Foto: Divulgação / FIVB.

Com 25 pontos de Herrera, Pinheiros vence o Osasco-Audax no Paulista

O Vôlei Osasco-Audax lutou até o final, mas foi superado pelo Pinheiros por 3 sets a 1, parciais de 25/14, 18/25, 25/16 e 25/18, em 1h43min, na noite desta sexta-feira (28), no ginásio do adversário, em São Paulo.

Com a vitória o Pinheiros garantiu vaga nas semifinais da competição. A cubana Herrera foi a maior pontuadora da partida com 25 pontos. Pelo Osasco, a ponteira Paula Pequeno foi a maior pontuadora com 18 pontos.

PIN – Herrera 25, Mari 13, Clarisse 9, Roberta 9, Camila 6, Pietra 1.

OSA – Paula 18, Walweska 12, Natasha 12, M.Paraiba 9, Lorenne 3, Vivi 2, Domingas 2, Claudinha 1.

Foto: Ricardo Bufolin/ECP

Com 23 pontos de Diouf, SESI Bauru vence Barueri e garante vaga nas semifinais do Paulista

O Sesi Vôlei Bauru manteve a invencibilidade no Campeonato Paulista 2018 ao conquistar sua terceira vitória consecutiva, após superar o Hinode/Barueri por 3 a 0 (26/24, 25/20 e 25/23), no Ginásio Panela de Pressão, em confronto válido pela terceira rodada do Estadual. A oposta italiana Valentina Diouf foi a maior pontuadora do confronto com 23 pontos.

Com o resultado, a equipe chega aos nove pontos, retomando a liderança e tornando-se o único time ainda com 100% de aproveitamento, e garantiu antecipadamente a vaga entre os semifinalistas da competição.

Agora, o Sesi Vôlei Bauru fará fora de casa as duas últimas partidas da fase classificatória do Estadual, ambas em outubro: em 9/10, às 20h30, no Ginásio José Liberatti, em Osasco, encara o Osasco/Audax; em 12/10, às 19h30, a equipe enfrenta o Renata/Valinhos, no Ginásio Vereador Pedro Ezequiel da Silva, em Valinhos.

Foto: Divulgação / SESI Vôlei Bauru.

SESC RJ vence Cruzeiro na estreia da Copa Libertadores

O SESC RJ venceu o Sada Cruzeiro na estreia da Copa Libertadores por 3 x 1, com parciais de 25-21, 25-22, 19-25 e 25-23. Djalma Moreira do SESC foi o maior pontuador do confronto com 25 pontos.

A Copa Libertadores é a nova competição do calendário do voleibol brasileiro é organizada pela ACLAV e clubes Voleibol (ACV) do Brasil e contará com Sada Cruzeiro, Sesc RJ, Taubaté, SESI-SP e quatro equipes da Argentina: Bolívar, UPCN, Ciudad e o vencedor do confronto entre Burgi e Untref.

SESC – Djalma 25, Japa 13, Victor Hugo 12, Leandro Aracaju 10, Juninho 4, Rammé 3.

SADA – Luan 21, Rodriguinho 14, Robert 9, Éder Levi 8, Leozinho 5, Filipe 2.

Foto: Agenciai7

Polônia vence os Estados Unidos e será o adversário do Brasil na final do Mundial

A Polônia bateu os Estados Unidos no tie-break e será o adversário do Brasil na final do Mundial Masculino 2018.

O oposto Bartosz Kurek foi o destaque e maior pontuador do confronto com 29 pontos, sendo 24 de ataques e 5 bloqueios.

Polônia 3 x 2 Estados Unidos (25 – 22, 20 – 25, 23 – 25, 25 – 20, 15 – 11).

POL – Kurek 29, Kubiak 22,  Nowakowski 8, Kochanowski 5, Konarski 4, Szalpuk 3, Drzyzga 3, Sliwka 3, Bieniek 1.

EUA – Anderson 19, Sander 19, Russell 18, Smith 8, Holt 8, Mcdonnell 5, Christenson 2.

Foto: Divulgação / FIVB.