Goncharova faz crítica a comida e ao apartamento da Vila Olímpica

A oposta russa Natalia Goncharova partilhou suas impressões sobre o vôo da Rússia até o Brasil e sobre os primeiros dias na Vila Olímpica.

“Nós voamos perfeitamente. O avião – um enorme “Boeing”.  Havia espaço na classe executiva, então eu tive muita sorte, quase todo o vôo dormindo. Voamos com uma equipe muito simpática, alimentado a nossa comida russa!

Sobre o Rio a jogadora gostou do clima da cidade, mas não gostou muito da comida e do apartamento da vila.

“O clima aqui é perfeito – não frio e não quente! Os quartos na Vila Olímpica são pequenos (em breve uma foto). Bem, na sala de jantar, nós particularmente não gostamos da comida. Esperamos que possa melhorar ao longo do tempo” , disse Goncharova.

Foto: Divulgação / FIVB.

Fonte: life.ru

 

 

Kosheleva pronta para os jogos Olímpicos do Rio

Uma boa notícia para os fãs da ponteira russa Tatiana Kosheleva, a jogadora anunciou que está recuperada dos problemas nas costas e que já voltou aos treinos com a Seleção para os jogos do Rio.

“Muito obrigado a todos que me apoiaram, eu tenho visto um monte de coisas boas. É muito agradável e muito valioso para mim. Eu me sinto bem agora. Eu  estou treinando com toda a equipe para entrar em forma. Estou sempre pronta para lutar por um lugar no time, apesar de qualquer dificuldade” , disse Kosheleva.

A previsão que equipe russa embarque para o Brasil no dia 28 de julho. Questionada sobre as chances da Seleção conseguir a medalha de ouro, a jogadora mostrou-se otimista:

“Vamos só para ganhar. Eu respeito adversários, sabemos que pelo menos cinco equipes brigam pelo ouro e a Rússia também. Mas eu não tenho nenhuma dúvida sobre nossa equipe, no poder do nosso espírito e espírito esportivo. Trabalhamos com especialistas competentes”.

Foto: Divulgação / FIVB.

Fonte: rsport.ru

Grand Prix: Tailândia bateu a Itália

No jogo remarcado da Sexta-feria devido a problemas de iluminação no ginásio, Itália e Tailândia voltaram à quadra na manhã dessa segunda-feira. As tailandesas bateram as italianas no tie-break.

Kongyot foi o destaque da Tailândia na partida com 22 pontos. Na Itália o destaque foi a ponteira Egonu, maior pontuadora da partida com 24 pontos.

Tailândia 3 x 2 Itália (25-20, 23-25, 25-23, 19-25, 15-11).

TAI – Kongyot 22, Kanthong 14, Apinyapong 13, Bundasak 10, Nuekjang 8, Hattaya 4, Phomla 1.

ITA – Egonu 24, Diouf 19, Sylla 15, Guiggi 13, Danesi 11, Malinov 3, Spirito 1.

Foto: Divulgação / FIVB.

Mihajlovic brilha na vitória da Sérvia sobre a Bélgica

Em acirrado e bem disputado a Sérvia precisou de 5 sets para superar a Bélgica . Mihajlovic foi o destaque e maior pontuadora da partida.

Bélgica 2 x 3 (26-24, 24-26, 23-25, 25-23, 10-15).

BEL – Van Hecke 21, Heyrman 17, Leys 12, Herbots 10, Aelbrechet 9, Van de Vijver 1.

SER – Mihajlovic 31, Brakocevic 20, Popovic 14, Nikolic 13, Stevanovic 9, Ognjenovic 2, Zivkovic 1.

Foto: Divulgação / FIVB.

Lowe e Hill brilham na vitória dos Estados Unidos sobre a Alemanha

Jogando em casa os Estados Unidos venceram a Alemanha. Lowe e Hill foram os destaques e maiores pontuadoras da partida.

Estados Unidos 3 x 1 Alemanha (25-17, 24-26, 25-10, 25-23).

EUA – Lowe 20, Hill 19, Robinson 12, Adams 8, Harmotto 8, Murphy 6, Glass 5.

ALE – Lippman 13, Poll 12, Stigrot 11, Silge 6, Izquierdo 4, Schwertmann 3, Mollers 2, Hanke 1, Hanna 1.

Foto: Divulgação / FIVB.

 

Muserskiy retorna à Seleção Russa

Muserskiy está de volta à Seleção Russa, quem não lembra o jogador havia pedido dispensa da Seleção durante a preparação para o Pré-Olímpico, alegando problemas pessoais. O presidente da Federação Russa na época, não aceitou os motivos apresentados pelo jogador e definiu a atitude como traição. De volta à Seleção o jogador falou sobre as expectativas para essa temporada.

Por que não ganhar a Liga Mundial? Cada competição mostra o quanto você está pronto no momento. Se você jogar, você tem que tentar ganhar.Eu não acho que a Liga Mundial deve ser deixado de lado e não para lutar pelos primeiros lugares.Devemos sempre lutar neste torneio. É ano olímpico, mas isso não importa. Vamos dar o nosso máximo na Liga Mundial e no torneio olímpico também. Todo mundo está esperando a segunda medalha de ouro consecutiva nos Jogos Olímpicos. É muito mais difícil para defendê-la, do que para ganhá-la pela primeira vez. Mas, é muito cedo para falar sobre os jogos olímpicos. Temos World League na frente de nós” , disse: Muserskiy.

Foto: Alberto Pizzoli/AFP

Fonte: rsport.ru

Francesca Piccinini anuncia aposentadoria da Seleção

A ponteira Francesca Piccinini anunciou hoje nas redes sociais que está se aposentando da Seleção Italiana.

“Ainda me lembro do meu início de 21 anos atrás: eu tinha 16 anos e a emoção única desse dia, será sempre viva na minha memória. Desde então, tenho vivido uma viagem incrível com três gerações de meninas que como eu deram tudo se estivesse à nacional. As saudações e abraço a todas que partilharam comigo, tanto nos momentos das grandes satisfações que naqueles dias difíceis. A última etapa da qualificação olímpica no Japão, me fez perceber que as escolhas do treinador, que respeito, mas não partilho, não correspondem às minhas expectativas e ao que eu penso de representar. Eu então amadurecido a escolha difícil de pôr termo a esta bela aventura. Cada vez que vou ver um jogo da nacional, serei sempre a primeira fã, porque quem fez parte sabe que a emoção especial de representar o seu país, nunca irá desaparecer”, disse Picinini .

Fonte e Foto:  instagram.com/francescapiccinini12