Renan Buiatti deixa o Castallana Grotte e assina com o sorgun belediyespor da Turquia

Destaque na Superliga Italiana, oposto brasileiro Renan Buiatti deixou o Castellana Grotte da Itália e assinou com o sorgun belediyespor da série A2 da Liga Turca.

Renan tem 29 anos e tem passagens pelo Brasil Vôlei Clube (BRA), São Bernardo (BRA), SESI-SP (BRA), Ravenna (ITA), Juiz de Fora (BRA) e na última temporada o SESC RJ.

Foto: newmatervolley.it

Anúncios

Ting Zhu é eleita melhor ponteira e MVP do Mundial de Clubes

O Vankifbank da Turquia bateu o Minas e conquistou seu terceiro título do Mundial de Clubes. A ponteira chinesa, Ting Zhu foi eleita melhor ponteira e MVP do Mundial. O Minas teve três jogadoras premiadas, a levantadora Macrís, a central Mayany e a ponteira Gabi.

Premiações Individuais:

MVP: Ting Zhu (VAKIFBANK)

Melhor levantadora: Macrís Carneiro (MINAS)

Melhor oposta: Tijana Boskovic (ECZACIBASI)

Melhor ponteira: Ting Zhu (VAKIFBANK)

Melhor ponteira: Gabi Guimarães (MINAS)

Melhor central: Milena Rasic (VAKIFBANK)

Melhor central: Mayany Cristina (MINAS)

Melhor líbero: Gizem Orge (VAKIFBANK )

Foto: Divulgação / FIVB.

Matteo Martino pega 4 anos de suspensão por doping

O jogador de vôlei italiano, Matteo Martino foi suspenso por 4 anos, após ser pego no antidoping. O jogador de 31 anos defendeu a Seleção Italiana de Vôlei nos jogos Olímpicos de Pequim e também teve passagens pelo Vôlei de Praia.

Primeira Seção do Tribunal Nacional Antidoping , no processo disciplinar contra Matteo Martino (membro do FIPAV), tendo em conta os artigos. 2.1, 4.2.1 da NSA, inflige a desqualificação de 4 anos , a partir de 3 de dezembro de 2018 e terminando em 2 de setembro de 2022, deduzida a pré-proposta.

Martino ainda terá que pagar as despesas do processo quantificado a uma taxa fixa de 378,00 euros.

Foto: © tarantini – danielatarantini.com

Fonte: volleyball.it

Aaron Russell é eleito MVP do Mundial de Clubes

O Trentino venceu o Lube e conquistou seu quinto título do Mundial de Clubes. O ponteiro americano, Aaron Russell maior pontuador da partida com 20 pontos, foi eleito o MVP da competição.

Confira a lista das premiações individuais:

MVP : Aaron Russell (Trentino)

Melhor levantador: Simone Giannelli (Trentino)

Melhor oposto: Tsvetan Sokolov (Cucine Lube)

Melhor ponteiro 1: Uros Kovacevic (Trentino)

Melhor ponteiro 2: Dmitry Volkov (Fakel)

Melhor central 1: Robertlandy Simon (Cucine Lube)

Melhor central 2: Dragan Stankovic (Cucine Lube Civitanova)

Melhor líbero: Jenia Grebennikov (Trentino)

Foto: Divulgação / FIVB.

Tijana Boskovic é eleita MVP do Mundial

A Sérvia venceu a Itália e conquistou o título do Mundial. Destaque da grande final a oposta Tijana Boskovic foi eleita a MVP  do Mundial.

Premi-individuali-696x377

Confira a lista das premiações individuais:

MVP – Tijana Boskovic (SER)

Levantadora – Ofélia Malinov (ITA)

Oposta – Paola Egonu (ITA)

Ponteira 1 – Miriam Sylla (ITA)

Ponteira 2 – Ting Zhu (CHI)

Central 1 – N. Yan (CHI)

Central 2 – Milena Rasic (SER)

Líbero – Monica De Gennaro (ITA).

Foto: Divulgação / FIVB.

CBV anuncia novidades e final da Superliga Feminina será decidida em melhor de três jogos

Representantes das 12 equipes confirmadas na Superliga Cimed feminina de vôlei 2018/2019 se reuniram nesta terça-feira (28.08), em São Paulo (SP), para definição de regulamento e tabela da próxima edição do campeonato. Houve alteração no formato dos playoffs, que, agora, serão disputados em série melhor de três jogos, inclusive na final, onde o mando de quadra será dos clubes que estarão na disputa pelo título – mais uma novidade.

Dentil/Praia Clube (MG), Sesc (RJ), Minas Tênis Clube (MG), Osasco/Audax (SP), Hinode Barueri (SP), Pinheiros (SP), Sesi Vôlei Bauru (SP), Fluminense (RJ), São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP), BRB/Brasília (DF), Balneário Camboriú (SC) e Curitiba Vôlei (PR) estiveram com o superintendente e a gerente de competições de quadra da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), Renato D’Avila e Cilda D’Angelis. Também estiveram presentes os presidentes da federação paulista, Renato Pera, e mineira, Tomás Mendes, além dos diretores técnicos das respectivas entidades, Wagner Braga e Daniel Lopes.

Na reunião ficou definido que a Superliga feminina terá início em meados de novembro e que todo o playoff, inclusive a grande final, será decidida em série melhor de três jogos. A previsão de datas para as três partidas que definirão o campeão da temporada é de dias 20 e 27 de abril e, se preciso, 4 de maio – modificações poderão ser feitas em função da televisão.

Também foi decidido que a premiação individual da Superliga Cimed feminina 18/19 será por posição, e não mais por fundamento, formando, assim, a seleção do campeonato. Além disso, serão premiadas a melhor jogadora de cada final, com o Troféu VivaVôlei, e a melhor atleta da competição.

Foto: Divulgação/CBV

Maxim Mikhaylov eleito MVP da Liga das Nações

A Russia venceu a França e conquistou o título da Liga das Nações Masculina. Com 19 pontos na final, o oposto russo Maxim Mikhaylov  foi eleito o MVP da competição.

GetImage (2)

O Brasil que ficou em quarto lugar, não teve nenhum jogador na seleção do campeonato. Confira como ficou as premiações individuais:

MVP – Maxim Mikhaylov (RUS)

Melhor levantador: Benjamin Toniutti (FRA)

Melhor oposto: Matt Anderson (EUA)

Melhor ponteiro 1: Taylor Sander (EUA)

Melhor ponteiro 2: Dmitry Volkov (RUS)

Melhor central 1: Kevin Le Roux (FRA)

Melhor central 2: Dmitriy Muserskiy (RUS)

Melhor líbero: Jenia Grebennikov (FRA).

Foto: Divulgação / FIVB.