Categorias
Campeonatos Eventos Feminino Sem categoria

Maren Brinker anuncia aposentadoria da Seleção Alemã

A ponteira Maren Brinker anunciou sua aposentadoria da Seleção Alemã. Após a eliminação da Alemanha no Campeonato Mundial Feminino de Voleibol da FIVB, a jogadora anunciou sua decisão.

“Meu coração está partido porque tenho que sair, mas a equipe vai crescer sem mim. Será melhor não me ter como mãe sempre por perto ”, disse Maren Brinker.

“Sinto muito que nosso capitão esteja saindo. No entanto, ela está abrindo espaço para jogadoras mais jovens ”, acrescentou o técnico Koslowski.

Brinker tem 32 anos, defendeu sua seleção por 11 anos e foi vice-campeã do Campeonato Europeu em 2011 e 2013. Terceiro lugar no Grand Prix de 2009 e foi  Campeã do Torneio de Montreux em 2014.

Foto: fivb.org

Fonte: worldofvolley.com

Categorias
Campeonatos Eventos Masculino Sem categoria

Lipe anuncia aposentadoria da Seleção Brasileira

Após conquistar o vice do Mundial, o ponteiro Campeão Olímpico Lipe Fonteles, anunciou aposentadoria da Seleção Masculina de Vôlei. No Instagram da CBV, o jogador deixou uma mensagem para os fãs.

Com a Seleção, Lipe foi campeão Olímpico nas Olimpíadas do Rio em 2016. Campeão da Copa do Mundo em 2013, Campeão do  Sul-Americano em 2013 e 2015, Campeão dos Jogos Pan-Americanos em 2011. Vice-campeão do Mundial em 2014  e 2018, e vice-campeão da Liga Mundial em 2013, 2014 e 2016.

Foto: Divulgação / FIVB.

Categorias
Campeonatos Eventos Feminino Sem categoria

Giulia Rondon anuncia aposentadoria

A levantadora italiana, Giulia Rondon aposentadoria do Voleibol aos 31 anos. A jogadora durante sua carreira defendeu alguns clubes, entre eles o Clube Itália (ITA), Pesaro (ITA), Piacenza (ITA), Perugia (ITA), Villa Cortese (ITA), Modena (ITA), Scandicci (ITA) e na última temporada o Casalmaggiore.

Com a Seleção Italiana foi Campeã do Campeonato Europeu em 2009 e da Copa dos Campões em 2009. Foi bronze no Grand Prix em 2010.

Em seu perfil no Instagram a jogador deixou uma mensagem:

Capturar
Reprodução / Instagram

Estou tão feliz !!!! É hora de anunciar minha aposentadoria do vôlei. Eu faço isso com essa foto tirada em um dos os momentos mais bonitos da minha carreira .. graças aos meus companheiros, treinadores, fãs e todas as pessoas que conheci durante as muitas temporadas.Estou feliz em ser a pessoa que sou e devo isso a eles também .. agora novos desafios aguardam”, disse Rondon.

Foto: volleyballcasalmaggiore.it

Categorias
Campeonatos Eventos Feminino Seleção Sem categoria

Jaqueline anuncia aposentadoria da Seleção Brasileira

Fora da lista do técnico José Roberto Guimarães para o Mundial, a ponteira Bi-Campeã Olímpica, Jaqueline usou suas redes sociais para anunciar sua aposentadoria da Seleção Brasileira de Vôlei e agradeceu pelos 18 anos, que se dedicou defendendo as cores do Brasil.

Confira a mensagem da Jogadora:

GRATIDÃO…. Amores, após pensar muito, decidi me dedicar neste momento a novos projetos, e a minha Família. Quero acompanhar o meu pequeno – que está crescendo rápido – mais de pertinho.☺️
Foram 18 anos na Seleção Brasileira🇧🇷 de muito amor e dedicação, que me renderam muitas histórias, alegrias e amizades que levarei para toda a vida.
Agradeço a toda equipe e comissão técnica pelos anos de apoio, carinho e profissionalismo. E claro, a torcida brasileira e todos os meus fãs, que sempre me acompanharam! Agradeço a Deus por toda oportunidade e carinho que vcs tem por mim…❤️ tudo que pude fazer eu fiz com muito amor!

Com a Seleção, Jaqueline foi medalha de ouro em Pequin (2008) e Londres (2008), Campeã do Grand Prix em 2005, 2006, 2008, 2014, 2016. Ouro na Copa dos Campões em 2015 e nos jogos Pan-Americanos de Guadalajara em 2015.

Foto: mm`Sports / .instagram.com/jaqueline

 

Categorias
Campeonatos Eventos Feminino Sem categoria

Carolina Costagrande anuncia aposentadoria

A ponteira argentina naturalizada italiana Carolina Costagrande anunciou aposentadoria do voleibol aos 37 anos. Em seu perfil no Instagram a jogadora postou uma mensagem de despedida.

O MOMENTO DOS CUMPRIMENTOS
Há coisas que nem sempre são fáceis de encontrar palavras. Eu queria escolhê-los com cuidado e esperar o momento certo para dizê-las. Aguardando que elas tomassem a forma correta para tudo o que preciso expressar. Eu parei de jogar. Na verdade, eu fiz isso há um ano, mas não estava pronta para colocar no papel. Não, porque, eu não estava convencida, mas porque 28 anos de vida são muitos para colocar em poucas palavras, e é preciso tempo para fazer a triagem através de memórias e emoções, incluindo imagens, vitórias e derrotas, dores, lesões e muitas alegrias. Levei um ano para dizê-lo: um ano passado com a minha família ou na estrada, para desvendar as memórias, para colocá-los em uma linha, para reconstruir a estrutura do que tem sido uma vida maravilhosa. Por 28 anos o vôlei tem sido a minha vida. Saí de casa para seis países diferentes, eu conheci muitas pessoas, tenho o coração dividido entre duas nações. Tive o enorme prazer, imensurável de vestir ambas as cores: da minha Argentina e o italiano que tornou-se tão minha e deu-me grande emoção. E disso eu sou imensamente grata. Como sou grata aos meus clubes e quero lembrar de todos eles: Club Atletico Trebolense e Boca Juniors na Argentina onde eu comecei, Palermo, Busto Arsizio, Ravenna, Jesi, Forlì, Scavolini Pesaro, Dinamo Moscow (Rússia), Evergrande (China), Vakifbank (Turquia), Impel Wroclaw (Polônia) e Conegliano.
E minha gratidão quero mostrar transmitindo minha experiência. Hoje, quero cultivar meu hobby,  comecei a trabalhar com o Top Volley Srl, para ajudar os jovens a encontrar o seu caminho no voleibol, aconselhando e dando-lhes o conhecimento de muitos anos em todo o mundo. Por isso saúdo e agradeço a todos que me seguiram aqui. Fechei uma fase e abri outra, onde o voleibol permanecerá para sempre!

Carol.

Foto: Divulgação.

Categorias
Campeonatos Eventos Feminino Sem categoria

Francesca Ferretti anuncia aposentadoria

A levantadora italiana, Francesca Ferretti anunciou aposentadoria do voleibol aos 34 anos. A jogadora com a seleção italiana foi Campeã da Copa do Mundo em 2007 e do Campeonato Europeu em 2007.

Em clubes teve passagens pelo Reggio (1988-2000), Club Itália (2000-2001), Perugia (2001-2002), Chieri (2002-2003), Modena (2003-2005), Chieri (2005-2007), Pesaro (2007-2012), Piacenza (2012-2014), Rabita Baku (2014-2015), Modena (2015-2018).

Conquistou 5 títulos da Liga Italiana, 3 títulos da Copa da Itália, 4 títulos da Supercopa da Itália, 1 título da CEV CUP e 1 título da Challenge CUP.

Em suas redes sociais a jogadora deixou uma mensagem de despedida:

“Chegou a hora de parar, uma escolha feita com grande serenidade e que me faz perceber que fiz a coisa certa.

Eu joguei minha última temporada, a última de minha longa carreira como jogadora de vôlei, iniciada há mais de 20 anos no meu Reggio Emilia, empresa que me lançou, de lá foi tudo rápido: seleções regionais, as seleções nacionais e depois, aos 15 anos, a transferência para o Club Itália para iniciar minha verdadeira carreira profissional. Eu tive a honra de poder jogar em grandes clubes com grandes jogadoras, ótimos treinadores e belas cidades.

Eu também tive a sorte de vestir a camisa da seleção nacional, talvez nem sempre vivesse com serenidade, mas foi uma honra.

Meu sonho era terminar minha carreira em “casa” e assim foi, porque para mim Modena, é como está em casa, a cidade onde eu joguei meu primeiro ano como titular na série A1. A cidade onde eu tinha e tenho muitos amigos, a cidade que fica a 20 minutos da minha casa.

Eu era uma privilegiada. Eu fiz o que eu amava e amava como trabalho. Obrigado a todos vocês que sempre me acompanharam e apoiaram, minha família, todos os treinadores e companheiros que atravessaram minha carreira”.

Foto: liujonordmeccanicavolley.it

 

Categorias
Campeonatos Eventos Feminino Sem categoria

Nadia Centoni anuncia aposentadoria

A oposta italiana, Nadia Centoni anunciou aposentadoria do voleibol aos 36 anos. A jogadora teve passagens por alguns clubes entre eles: Fiorentino (ITA), Firenze (ITA), Novara (ITA), Vicenza (ITA), Pesaro (ITA), Padova (ITA), Galatasaray (TUR), foi no RC Cannes da França que a jogadora se destacou.

Com a equipe conquistou 7 título da Liga Francesa, 7 título da Copa da França, Foi prata e Bronze da Champions League Feminina. Com a seleção Italiana foi prata no Grand Prix de 2004 e Bronze em 2006 e também foi medalha de prata no Campeonato Europeu de 2005.

Foto: Giuseppe Bellini/Getty Images

Categorias
Campeonatos Eventos Feminino Sem categoria

Neslihan Demir, Gozde Kirdar e Seda Aslanyürek se despedem das quadras

A final da Champions League Feminina, marcou a despedida das quadras, de 3 grandes jogadoras turcas, a oposta Neslihan Demir, da ponteira Gozde Kirdar e da ponteira/oposta Seda Aslanyürek.

A oposta Neslihan Demir, se despede das quadras aos 34 pontos, em clubes defendeu o Eskişehir DSİ Bentspor, Yeşilyurt, VakıfBank CV Tenerife, Eczacıbaşı VitrA e Galatasaray. Com a Seleção Turca foi Campeã dos Jogos do Mediterrâneo 2005 e Bronze no Grand Prix de 2012.

Capturar
Neslihan Demir (Foto: Divulgação / CEV)

A ponteira Gozde Kirdar (Sonsirma), tem 32 anos, chegou ao Vakifbank em 1999, equipe que defendeu até hoje. Com o clube foi Campeã da Liga Turca, Champions League, Mundial de Clubes, Copa da Turquia e Supercopa da Turquia.

Com a Seleção Turca foi Bronze no Grand Prix de 2012, Bronze dos Jogos do Mediterrâneo em 2011 e 2017.

2_gozde_kirdar
Gozde Kirdar (Foto: Divulgação / Vakifbank)

Seda Aslanyürek tem 31 anos, em clubes teve passagens pelo İller Bankası, Fenerbahçe, Beijing, Vakifbank e Galatarasay. Conquistou alguns títulos entre eles: Copa da Turquia, Supercopa da Turquia, Mundial de Clubes, Liga Turca, CEV Cup.

Com a Seleção Turca foi Campeã dos Jogos do Mediterrâneo em 2005 e Prata no Campeonato Europe de 2003 e 2009.

13233073_553493068155704_8673640997937530316_n
Seda (Foto: VolleyTurkey)

Foto: Divulgação / CEV.

Categorias
Campeonatos Eventos Feminino Grad Prix Seleção Sem categoria

Fabi se despede das quadras aos 38 anos

A partida entre Praia Clube x SESC RJ, marcou a despedida da líbero bicampeã Fabi das quadras, aos 38 anos.

“Uma hora tem que chegar esse momento. Então, é uma decisão difícil pra todo mundo. Ninguém tem cem por cento de certeza nunca. Mas o corpo fala e, enfim, os desafios que vão aparecendo para você, você vai se sentindo feliz com as coisas que você conquistou. E é uma decisão tomada dia após dia, Superliga após Superliga, defesa após defesa. Conversa com muita gente, muitas pessoas. E aí, infelizmente, chega uma hora que tem que parar”, disse Fabi ao site globoesporte.com

Fabiana começou a jogar vôlei aos treze anos de idade na sua escola quando estava participando de uma competição escolar. Começou a treinar nas categorias de base, e devido sua baixa estatura se especializou na defesa, e logo com a criação da posição de líbero em 1998, passou a se destacar.

Com a Seleção Brasileira foi Bicampeã Olímpica (Pequim 2008 e Londres 2012). Foi seis vezes campeã do Grande Prix (2005, 2006, 2008, 2009, 20130), conquistou dois títulos da Copa dos Campeões (2013 e 2005) e medalha de Ouro nos jogos Pan-Americanos em 2011.

Em clubes conquistou vários títulos entre eles:

Decacampeã da Superliga pelo Rio de Janeiro em( 2005/2006, 2006/2007, 2007/2008, 2008/2009, 2010/2011, 2012/2013, 2013/2014, 2014/15,2015/16 e 2016/17).

Tetracampeã do Campeonato Sul-Americano de Clubes pelo Rio de Janeiro (2013, 2015,2016 e 2017).

Tricampeã da Copa Brasil pelo Rio de Janeiro: 2007, 2016 e 2017

Tricampea da Supercopa Brasileira pelo Rio de Janeiro: 2015, 2016 e 2017.

Conquistou vários prêmios individuais, entre eles:

Melhor líbero do Grand Prix 2002

Melhor líbero do Sul-Americano (2003 e 2007)

MVP do Sul-Americano 2009

Melhor líbero dos Jogos Olímpicos de Pequim 2008

Melhor líbero e melhor defesa do Torneio de Voleibol Final Four 2008

Melhor líbero do torneio Montreux Volley Masters 2009

Melhor recepção da Superliga pelo Campos 2002/2003

Melhor líbero da Superliga pelo Campos 2002/2003

Melhor Jogadora da final da Superliga pelo Rexona-Ades 2007/2008

Melhor Passe da Superliga pelo Rexona-Ades 2007/2008

Melhor líbero da final da Superliga pelo Rexona-Ades 2008/2009

Melhor Defesa da Superliga pelo Rexona-Ades 2008/2009

Melhor Defesa da Superliga pelo Unilever (Ex Rexona Ades) 2010/2011

Melhor recepção da Copa do Mundo de Voleibol 2011

Melhor líbero do Mundial de Clubes 2016

Melhor Passe da Superliga pelo SESC RJ 2017/2018.

Foto: Agência AP

 

 

 

 

 

 

Categorias
#Olímpiadas Campeonatos Eventos Masculino Sem categoria

Sergey Tetyukhin anuncia aposentadoria

O ponteiro russo e Campeão Olímpico Sergey Tetyukhin, anunciou hoje, antes da partida entre Belogorie Belgorod x Ziraat Bankasi pela final da CEV CUP, que vai se aposentar do voleibol no fim da atual temporada.

“Esta é a minha última temporada, ou seja, tenho apenas alguns jogos restantes. O corpo não reage a alguns impulsos, está cada vez pior, entendo que não vale a pena continuar. Eu acho que o momento chegou. É hora de Pendurar os sapatos ou, no meu caso, o tênis, e dar aos jovens a oportunidade de se desenvolverem tranquilamente”, disse Tetyukhin.

Tetyukhin tem 42 anos e 1,97 de altura, boa parte da sua carreira em clubes, passou no Belogorie Belgorod, teve passagens também pelo Parma, Dynamo-Tattransgaz e pelo Zenit Kazan.

Em clubes até o momento conquistou,  10 títulos da Liga Russa, 11 títulos da Copa da Rússia, 2 títulos da Supercopa da Rússia, 4 títulos da Champions League, 1 título do  Mundial de clubes, 1 título da CEV CUP.

Com a Seleção Russa foi Campeão Olímpico em Londres 2012, Prata nos jogos de Sidney 2000, Bronze nos jogos de Atenas 2004 e Beijing 2008. Conquistou 2 títulos da Word Cup em 1999 e 2011 e foi campeão da Liga Mundial em 2002.

Foto: KIRILL KUDRYAVTSEV/AFP/GettyImages