Karsta Lowe deixa as quadras aos 24 anos

A oposto norte-americana Karsta Lowe decidiu se aposentar das quadras aos 24 anos. A informação foi confirmada pelo técnico da Seleção Americana Karch Kiraly.

Kiraly revelou quais jogadores não se juntarão a seleção e certamente não jogarão em Tóquio, confirmando a notícia de que a oposta Karsta Lowe decidiu encerrar a carreira profissional .

“Não posso prever isso com certeza, mas sabemos que a Alisha Glass está aposentada. Ela vai se casar e começar uma família. Sabemos que Courtney Thompson está aposentada, um das três levantadora que levamos ao Rio. Sabemos que o nosso libero, Kayla Banwarth, está aposentada. Sabemos que Karsta Lowe está aposentada e vai começar o curso de arquitetura em agosto na USC. Sabemos que Christa Dietzen, nosso capitão, está aposentado “, disse Kiraly.

Lowe tem 1,93 de altura, em seu primeiro torneio internacional com a seleção dos Estados Unidos, conquistou a medalha de ouro no Grand Prix de 2015, que teve sua fase final em Omaha, e ainda levou o título individual de melhor jogadora da competição. Ainda foi medalhista de Bronze nos jogos Olímpicos do Rio em 2016.

Foto: Sean M. Haffey / Getty Images.

Fonte: worldofvolley.com / volleyballmag.com

Murphy Troy anuncia aposentadoria ao 28 anos

O oposto americano Murphy Troy usou as redes sociais para anunciar sua aposentadoria do voleibol aos 28 anos. Com a seleção foi medalhista de Bronze no Jogo Olímpicos do Rio, foi campeão da Copa do Mundo em 2015.

Foi campeão da Liga Mundial em 2014 e Campeão da Norceca em 2013. Nos clubes defendeu o Latina (ITA), Saint-Nazaire VBA (FRA),  Lotos Trefl Gdańsk (POL) e na última temporada defendeu o Lokomotiv Novosibirsk da Rússia.

Confira mensagem postada pelo atleta:

“Seis anos atrás, eu estava me formando na USC e começando minha carreira como jogador de vôlei profissional. Agora, inúmeros amigos, memórias e uma medalha de bronze depois, decidi dividi-los. Volleyball faz parte da minha vida desde o 3º. Grau e durante os últimos 10 anos, é a maior parte da minha identidade. Permitiu-me viajar pelo mundo, conhecer pessoas e ver lugares que mudaram a minha vida. Estarei eternamente grato às pessoas que me ajudaram ao longo do caminho. Foi uma jornada incrível e agora é hora de começar uma nova. Tanto quanto eu amo viajar, não poderia estar mais animado para colocar algumas raízes com a Blair e criar nossa vida juntos. A nova carreira começa hoje … aqui Nós vamos !!! – escreveu Murphy Troy em sua página oficial do Instagram.

Foto:  Sean M. Haffey/Getty Images

Informações: wikipedia.org

Camila Adão anuncia aposentadoria

A levantadora Camila Adão usou as redes sociais para anunciar sua aposentadoria do voleibol. A jogadora tem 32 anos e 1,70 de altura, já serviu a Seleção Brasileira nas categorias de base, sendo medalhista de ouro no Campeonato Mundial Juvenil na Tailândia, em 2003. Esteve também na Seleção Brasileira de Novas que chegou às semifinais dos Jogos Pan-Americanos de 2003, na República Dominicana, e conquistou o ouro nos Jogos Mundiais Militares sediados no Brasil.

Filha do ex-futebolista Cláudio Adão e irmã do futebolista Felipe Adão, com 12 anos praticava a modalidade na escolinha de vôlei do Marina Barra Clube e em seguida ingressou na categoria mirim do Flamengo e em 1998 conquistou o bronze no Campeonato Carioca na categoria mirim.

Camila teve passagens também pelo Vasco, Fluminense, Rexona/Ades, Brasil Telecom/DF, Brasil Telecom/Brusque, Banana Boat/Praia Clube, Brasília Vôlei, Vôlei Bauru e na última temporada o Rexona SESC.

Confira a mensagem postada pelo jogadora:

18882114_1345770035499571_2385747536580148475_n.jpg
Reprodução / Instagram

Foto: Divulgação / Vôlei Bauru.

Taras Khtey anuncia aposentadoria

O ponteiro russo e campeão Olímpico Taras Khtey anunciou aposentadoria do voleibol. O jogador tem 35 anos e 2,05 de altura e foi duas vezes medalhista olímpico, uma delas de ouro nos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres. Khtey assumirá cargo de diretor esportivo no Belogorie Belgorod.

Pela seleção júnior da Rússia, Khtey foi campeão europeu e mundial em 1999. Nos anos seguintes conquistou mais um título europeu e um vice-campeonato mundial na categoria juvenil. Em 29 de junho de 2002 num jogo contra Cuba pela Liga Mundial, fez a sua estreia na seleção principal, competição em que a Rússia conquistou a inédita medalha de ouro.

Ainda em 2002 esteve no Campeonato Mundial, na Argentina, onde os russos chegaram à final, perdendo a para o Brasil no tie-break. Após ausentar-se em boa parte da temporada de 2003 por conta do serviço militar, em 2004, Khtey disputou o seu primeiro torneio olímpico e conquistou a medalha de bronze em Atenas.

Em 2005 perdeu a final do Campeonato Europeu para a anfitriã Itália. Em 2012 foi o capitão da equipe que obteve a inédita medalha de ouro para a Rússia ao derrotar de virada o Brasil no tie-break.

Em clubes defendeu o MGTU Moscow (1998/2003), Dínamo Mosocow (2003-2005), Ural Ufa (2005/2006), Iskra Odintsovo (2006/2008) e o Belogorie Belogorod  de 2008 até 2017.

Foto: fivb.org

Informações: wikipedia.org

Fonte: volleyball.it

Saori Sakoda anuncia aposentadoria

A ponteira/oposta japonesa Saori Sakoda anunciou aposentadoria do voleibol. A jogadora tem 29 anos e 1,75 de altura e defendeu o Kagoshima-nishi high school e o Toray Arrows.

Com a seleção japonesa foi Campeã do Torneio de Montreux em 2011, medalha de bronze no Campeonato Mundial em 2010 e 2013. Bronze nos jogo Olímpicos de Londres em 2012.

“Obrigado pelo seu apoio durante toda a minha carreira. Minha decisão foi deixar Torray em maio e me aposentar do voleibol. Eu também quero agradecer a todos as minhas companheiras de equipe, que têm lutado junto comigo durante todos esses anos nos clubes, bem como na equipe nacional. Em minha carreira de 11 anos, eu superou várias dificuldades, como lesões no ombro. Estou muito satisfeita pois conheci muitas pessoas boas no voleibol”, disse Sakoda.

Foto: worldgrandprix.2016.fivb.com

Fonte: toray-arrows.jp

Maja Poljak deixa o Dínamo Moscow e pode anunciar aposentadoria

De acordo com a imprensa russa a central croata Maja Poljak deixou o Dínamo Moscow. A atleta de 34 anos e 1,94 de altura, possivelmente anunciará aposentadoria das quadras nas próximas semanas.

Poljak já defendeu alguns clubes, entre eles o Croatia Mladost Zagreb (1995-2000), Vicenza – Itália (2000-2003), Bergamo – Itália (2003-2008), Telekom Ankara – Turquia (2008-2009), Vakifbank Istanbul – Turquia (2009-2011), Eczacıbaşı VitrA – Turquia (2011-2016) e nessa temporada foi Campeã da Liga Russa com o Dinamo Moscow.

Foto: vldinamo.ru

Fonte: rsport.ru

Fim de uma era! Ognjenovic, Brakocevic, Nikolic e Cebic anunciam aposentadoria da Seleção Sérvia

A levantadora Maja Ognjenovic (32 anos), Jovana Brakocevic (29 anos), Jelena Nikolic (35 anos) e Suzana Cebic (32 anos) anunciaram aposentadoria da Seleção Sérvia de Vôlei.

A levantadora Maja Ognjenovic no entanto, não descartou um possível retorno ano que vem para tentar o título no Mundial.

“Eu sei que ele tem um grande desejo de conquistar o título mundial no próximo ano no Japão, mas eu acho que é preciso muita conversa sobre este assunto. “Nunca diga, nunca mais” , disse a levantadora.

A oposta Jovana Brakocevic explicou que tomou essa decisão devido ao seu filho:

“Meu filho Victor, a principal razão que decidir sair da equipe nacional. Como mãe é muito difícil deixá-lo por algumas semanas, ou mesmo meses. As meninas estão prontas para me substituir. Depois que ganhei medalhas em todas as grandes competições, estou orgulhosa, especialmente sobre o ouro europeu em Belgrado e prata olímpica no Rio”, disse a oposta.

Jelena Nikolic disse que sua decisão já era esperada, mesmo antes dos jogos Olímpicos do Rio:

“A minha decisão já era esperada, era de conhecimento mesmo antes dos jogos Olímpicos. Estou orgulhosa por fazer parte por tantos anos, três gerações, desde de 2006, quando vencemos o primeiro bronze, medalhas de ouro europeus ao longo de 2011, até a prata no Rio. Estou orgulhosa de tudo, pela oportunidade de jogar defendendo meu país, isso é um grande desejo para cada atleta” , disse Nikolic.

A líbero Cebic chegou a seleção em 2006 e jogou 218 jogos oficiais:

“Estou orgulhosa de cada partida, houve celebrações, houve também tristeza, mas percebi que é grande coisa vestir a camisa da equipe nacional, com ótimas jogadoras e uma geração bem sucedida. E não precisamos nos preocupar com o futuro do voleibol das mulheres , concluiu Cebic.

Foto: Johannes Eisele / gettyimages.

Fonte: http://zurnal.rs