Maja Poljak deixa o Dínamo Moscow e pode anunciar aposentadoria

De acordo com a imprensa russa a central croata Maja Poljak deixou o Dínamo Moscow. A atleta de 34 anos e 1,94 de altura, possivelmente anunciará aposentadoria das quadras nas próximas semanas.

Poljak já defendeu alguns clubes, entre eles o Croatia Mladost Zagreb (1995-2000), Vicenza – Itália (2000-2003), Bergamo – Itália (2003-2008), Telekom Ankara – Turquia (2008-2009), Vakifbank Istanbul – Turquia (2009-2011), Eczacıbaşı VitrA – Turquia (2011-2016) e nessa temporada foi Campeã da Liga Russa com o Dinamo Moscow.

Foto: vldinamo.ru

Fonte: rsport.ru

Fim de uma era! Ognjenovic, Brakocevic, Nikolic e Cebic anunciam aposentadoria da Seleção Sérvia

A levantadora Maja Ognjenovic (32 anos), Jovana Brakocevic (29 anos), Jelena Nikolic (35 anos) e Suzana Cebic (32 anos) anunciaram aposentadoria da Seleção Sérvia de Vôlei.

A levantadora Maja Ognjenovic no entanto, não descartou um possível retorno ano que vem para tentar o título no Mundial.

“Eu sei que ele tem um grande desejo de conquistar o título mundial no próximo ano no Japão, mas eu acho que é preciso muita conversa sobre este assunto. “Nunca diga, nunca mais” , disse a levantadora.

A oposta Jovana Brakocevic explicou que tomou essa decisão devido ao seu filho:

“Meu filho Victor, a principal razão que decidir sair da equipe nacional. Como mãe é muito difícil deixá-lo por algumas semanas, ou mesmo meses. As meninas estão prontas para me substituir. Depois que ganhei medalhas em todas as grandes competições, estou orgulhosa, especialmente sobre o ouro europeu em Belgrado e prata olímpica no Rio”, disse a oposta.

Jelena Nikolic disse que sua decisão já era esperada, mesmo antes dos jogos Olímpicos do Rio:

“A minha decisão já era esperada, era de conhecimento mesmo antes dos jogos Olímpicos. Estou orgulhosa por fazer parte por tantos anos, três gerações, desde de 2006, quando vencemos o primeiro bronze, medalhas de ouro europeus ao longo de 2011, até a prata no Rio. Estou orgulhosa de tudo, pela oportunidade de jogar defendendo meu país, isso é um grande desejo para cada atleta” , disse Nikolic.

A líbero Cebic chegou a seleção em 2006 e jogou 218 jogos oficiais:

“Estou orgulhosa de cada partida, houve celebrações, houve também tristeza, mas percebi que é grande coisa vestir a camisa da equipe nacional, com ótimas jogadoras e uma geração bem sucedida. E não precisamos nos preocupar com o futuro do voleibol das mulheres , concluiu Cebic.

Foto: Johannes Eisele / gettyimages.

Fonte: http://zurnal.rs

 

Dóra Horváth anuncia aposentadoria aos 29 anos

A ponteira húngara Dóra Horváth anunciou aposentadoria dos voleibol aos 29 anos. A jogadora  defendeu alguns clubes pelo mundo, entre eles o Pavia (ITA), Novara (ITA), Modena (ITA), Rabita Baku (AZE) e nessa temporada o Bursa da Turquia.

Em clubes foi Campeão da Liga Azeri nas temporadas 2013-14  e 2014-15 e Campeã da Challenge Cup essa temporada defendendo o Bursa.

“Foi uma decisão difícil, eu sinto que chegou a hora. Eu preciso de um descanso e eu quero passar mais tempo com minha família. Vou casar no outono e, em seguida, quero focar na família” , disse: Horváth.

Fonte e foto: hunvolley.hu

Arlene Xavier anuncia aposentadoria

A líbero Arlene Xavier anunciou aposentadoria das quadras aos 48 anos. A atleta começou a carreira jogando pelo Minas Tênis Clube, na década de 90, onde conquistou o título brasileiro e o sul-americano de 1993. Na temporada seguinte foi criada a Superliga, em que Arlene disputou pelo extinto BCN Guarujá. O último nacional disputado pela atleta foi com São José dos Campos, na temporada 2014/15.

Defendendo clubes brasileiros, Arlene conquistou três Superligas (Flamengo 2000/01 e Osasco 2002/03 e 2004/05), além de dois vice-campeonatos (Osasco 2001/02 e Minas 2003/04). A atleta tem também cinco títulos paulistas (todos por Osasco), duas Copas Brasil (Osasco e Pinheiros), dois Cariocas (Flamengo), um mineiro (Praia Clube) e um sul-americano (Minas). Foi eleita a melhor defensora de três edições da Superliga, melhor líbero da edição 2001/02 e melhor bloqueio da edição 1996/97.

Arlene foi convocada pela primeira vez para a seleção brasileira em 2002, quando passou a atuar como líbero – antes era central. Em 2003, foi vice-campeã da Copa do Mundo, no Japão, e eleita a melhor líbero da competição. No ano seguinte, ficou com a 4ª posição nos Jogos Olímpicos de Atenas. Foi bicampeã do Grand Prix (2004 e 2006), sendo eleita a melhor líbero da competição na segunda conquista. Arlene ainda foi campeão da Copa Pan-Americana em 2006, em que também figurou como a melhor líbero.

Foto: : Alexandre Arruda / CBV

Samuele Papi e Hristo Zlatanov oficializam aposentadoria

Chegou ao fim a carreira de dois grandes nomes do voleibol italiano, Samuele Papi e Hristo Zlatanov oficializaram aposentadoria das quadras no site oficial do Piacenza.

Samuele Papi, apelidado de “O ‘Fenômeno”, entrou para para história do voleibol italiano e mundial: em sua longa carreira conquistou vários troféus entre eles: 6 campeonatos italianos, 8 Supercopas, 5 Taças de Itália, 3 Ligas dos Campeões, 2 Taças CEV.

Além de ser o protagonista na Seleção Italiana, com duas medalha de prata nos Jogos Olímpicos, duas medalhas de ouro em Campeonatos mundiais e cinco da Liga Mundial. Papi passou as últimas seis temporadas vestindo a camisa do Piacenza, sendo protagonista nas conquistas da Taça CEV Challenge em 2013 e Del Monte Itália 2014.

Já capitão Zlatanov com o Piacenza tem uma conquista individual importante: em 22 de fevereiro de 2014, durante a partida  da liga entre Piacenza x Latina, Zlatanov alcançou a marca de  9.000 pontos na carreira, tornando-se o melhor pontuador da Itália. Hoje, ele tem 9.688 pontos marcados. Com o número 11 com Piacenza ele conquistou um Top Team Cup (2006), 1 campeonato italiano e 1 Supercopa (2009), a CEV Challenge Cup (2013) e uma Copa da Itália (2014).

Fonte e Fotos: lprvolley.it

Saori Kimura anuncia aposentadoria

Saori Kimura, que havia anunciado anteriormente que iria se aposentar no final da temporada, fez seu último jogo de vôlei competitivo no domingo. A carreira de Kimura terminou quando sua equipe o Toray Arrows, foi derrotada por 3-1 (20-25, 28-26, 25-22, 25-15) pelo NEC Red Rockets em jogo válido pelos playoffs da Liga Japonesa.

A jogadora de 30 anos, que fez sua primeira aparição olímpica em 2004 em Atenas e jogou quatro Olimpíadas consecutivas, incluindo os Jogos de Londres 2012, onde a equipe ganhou a medalha de bronze. Kimura, que se casou no ano passado, deve realizar uma conferência para imprensa em data a ser definida e pode aparecer no jogo All-Star do Japão em 25 de março.

Em clubes defendeu o Shimokitazawa Seitoku Highschool (Japão / 2002 a 2005), Toray Arrows (Japão / 2005 a 2012), VakıfBank (Turquia / 2012 e 2013), Galatasaray (Turquia / 2013 e 2014) e Toray Arrows (2014 a 2017).

Em clubes foi Campeã da CEV Champions League uma vez, Conquistou quatro títulos da Liga Japonesa e um da Liga Turca, dois troféus na Copa do Imperador e um na Copa da Turquia. Individualmente, ela foi premiada MVP da Liga Japonesa uma vez.

Foto: Koki Nagahama / gettyimages

Fonte: fivb.org

Hristo Zlatanov anuncia aposentadoria

O ponteira Italiano Hristo Zlatanov anunciou que deixar às quadra no final da 2016/2017. O jogador tem 40 anos e 2,01 de altura e jogou toda sua carreira na Itália, onde defendeu o Milano, Ravenna, Roma, Palermo e desde de 2003 o Piacenza, onde vai encerrar sua carreira no fim da temporada.

Em clubes foi Campeão da Liga Italiana, Campeão da Copa Itália e da Supercopa da Itália.Com a Seleção foi Campeão da Liga Mundial em 1997 e 1999, Prata em 2003 e Bronze 2009.

“No final da temporada eu decidi que vou deixar o voleibol. O vôlei é tudo maravilhoso, ensina você a crescer e viver”, disse Zlatanov.

Sobre o futuro o jogadora disse que ainda não sabe o que  vai fazer.

“Eu não sei, com certeza eu vou abrir os olhos e ouvidos para ouvir propostas que possam surgir. Agora vou dedicar mais tempo à minha família”, acrescentou Zlatanov.

Foto:  sportvox.net

Fonte: gazzetta.it