Após vinte anos, Cuba estuda possibilidade dos jogadores que não mudaram de cidadania retornarem à seleção cubana

De acordo com o site italiano “La Gazzetta dello Sport”, cuba estaria perto de tomar uma decisão importante e aceitar o retorno dos jogadores à seleção cubana.

Segundo a imprensa italiana, depois de mais de vinte anos, os jogadores cubanos que decidiram sair de casa para jogar no exterior poderão voltar a jogar na seleção. Todos que não decidiram mudar a cidadania esportiva terão a chance de voltar.

Sendo assim, Osmany Juantorena, Wilfredo Leon e Yoandy Leal não poderão defender a Seleção cubana.

Essa importante decisão foi tomada pela Comissão Nacional do Desporto, chefiada pelo presidente da Federação de Voleibol, Ariel Sainz. Isso possibilita que todos os jogadores que não mudaram sua cidadania retornem à equipe cubana, apesar de terem decidido ir para o exterior. O único termo é a reaprovação do jogador para representar o país.

Simon Robertlandy foi questionado sobre essa decisão e admitiu que estava ouvindo as mudanças, mas não tem certeza se é verdade ou não.

“ Eu ouvi sobre isso, mas eu não falei com ninguém sobre isso. Eu não sei se eles vão me ligar, depende da situação. Eu quero conhecer as condições e intenções. É inútil voltar apenas para o retorno. Voltarei se ajudar os jovens jogadores a crescer e tornar Cuba novamente bem sucedida. Se alguém me ligar, falaremos sobre isso ”, diz Simon Robertlandy.

Foto: Divulgação / FIVB.

Fonte: La Gazzetta dello Sport  /  worldofvolley.com

Anúncios

Cubanos são condenados à prisão na Finlândia

Os cinco jogadores cubanos foram condenados à prisão na Finlândia por estupro. Os jogadores foram presos no país em Julho, onde disputavam a Liga Mundial pela seleção cubana.

Os jogadores forçaram juntos e de comum acordo (a vítima) a manter várias relações sexuais por meio da violência e aproveitando seu medo e impotência – afirmou o tribunal.

Cepeda, Alfonso, Uriarte e Ricardo foram condenados a cinco anos de prisão e Sosa a três anos e meio, terão que pagar 24 mil euros (cerca de R$ 88 mil) à vítima.

Foto: Kalle Parkkinen / Lehtikuva / AFP

Fonte: globoesporte.globo.com

Três jogadores da seleção cubana foram presos na Finlândia

Três membros da equipe nacional de voleibol cubano Osmany Uriarte , Abraham Alfonso GavilanRicardo Calvo Manzano foram presos hoje na Finlândia, relata finlandesa televisão aberta Company.

Mídia finlandesa relatam que eles foram presos sob suspeita de cometer um crime sexual. Amanhã, a polícia na Finlândia dará mais informações sobre este caso. Eles estavam no bar do hotel na noite passada e o que aconteceu depois é um mistério. Mas, Finish televisão informou que a polícia prendeu os três jogadores.

Foto e Fonte: worldofvolley.com