Superliga Masculina terá início em Outubro

Os 12 clubes participantes da Superliga Cimed masculina de vôlei 2018/2019 mandaram representantes que se reuniram nesta quarta-feira (29.08), em São Paulo (SP), e fizeram definições, junto a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), para a próxima temporada. Entre elas, a data de início da competição: 24 de outubro. A tabela oficial e completa será divulgada em breve, após ajustes com as equipes e televisão.

Representantes do Sada Cruzeiro (MG), Sesi-SP, EMS Taubaté Funvic (SP), Sesc RJ, Minas Tênis Clube (MG), Vôlei Renata (SP), Montes Claros Vôlei (MG), Maringá Vôlei Clube (PR), Ponta Grossa Caramuru (PR), São Bernardo (SP) e os dois times que subiram da Superliga Série B, Vôlei UM Itapetininga (SP) e Vôlei Ribeirão Preto (SP), estiveram na reunião junto ao superintendente e a gerente de competições de quadra da CBV, Renato D’Avila e Cilda D’Angelis.

Outra definição desta quarta-feira diz respeito a premiação individual da Superliga Cimed masculina 18/19, que será por posição, e não mais por fundamento. Desta forma, será formada a seleção do campeonato, com o melhor levantador, os melhores ponteiros, centrais, o melhor oposto e o melhor líbero. Além disso, serão premiados o melhor jogador de cada final, com o Troféu VivaVôlei, e o melhor atleta da competição.

Foto: Divulgação / CBV.

Anúncios

Conegliano oficializou a contratação da croata Martina Samadan

Esperando a recuperação completa da central Raphaela Folie, o Conegliano da Itália oficializou a contratação da central croata, Martina Samadan para temporada 2018/2019.

Samadan tem 25 anos e 1.93 de altura, estava na Virginia Commonwealth Univeristy dos Estados Unidos. “Estou muito feliz por ter tido a oportunidade de jogar por um clube tão importante da Itália e com uma equipe técnica extraordinária”, disse Samadan.

Foto: Seattle Photography, Inc.

CBV anuncia novidades e final da Superliga Feminina será decidida em melhor de três jogos

Representantes das 12 equipes confirmadas na Superliga Cimed feminina de vôlei 2018/2019 se reuniram nesta terça-feira (28.08), em São Paulo (SP), para definição de regulamento e tabela da próxima edição do campeonato. Houve alteração no formato dos playoffs, que, agora, serão disputados em série melhor de três jogos, inclusive na final, onde o mando de quadra será dos clubes que estarão na disputa pelo título – mais uma novidade.

Dentil/Praia Clube (MG), Sesc (RJ), Minas Tênis Clube (MG), Osasco/Audax (SP), Hinode Barueri (SP), Pinheiros (SP), Sesi Vôlei Bauru (SP), Fluminense (RJ), São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP), BRB/Brasília (DF), Balneário Camboriú (SC) e Curitiba Vôlei (PR) estiveram com o superintendente e a gerente de competições de quadra da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), Renato D’Avila e Cilda D’Angelis. Também estiveram presentes os presidentes da federação paulista, Renato Pera, e mineira, Tomás Mendes, além dos diretores técnicos das respectivas entidades, Wagner Braga e Daniel Lopes.

Na reunião ficou definido que a Superliga feminina terá início em meados de novembro e que todo o playoff, inclusive a grande final, será decidida em série melhor de três jogos. A previsão de datas para as três partidas que definirão o campeão da temporada é de dias 20 e 27 de abril e, se preciso, 4 de maio – modificações poderão ser feitas em função da televisão.

Também foi decidido que a premiação individual da Superliga Cimed feminina 18/19 será por posição, e não mais por fundamento, formando, assim, a seleção do campeonato. Além disso, serão premiadas a melhor jogadora de cada final, com o Troféu VivaVôlei, e a melhor atleta da competição.

Foto: Divulgação/CBV

Brasil estreia na Copa-Americana com vitória sobre a República Dominicana

A Seleção Brasileira Masculina de Vôlei estreou na Copa Pan-Americana com vitória sobre a República Dominicana por 3 x 0, com parciais de 25-21, 25-19 e 25-14.

O oposto Alan e o ponteiro Leonardo foram os maior pontuadores da partida com 14 pontos, cada.

BRA – Alan 14, Leonardo 14, Aracaju 9, Honorato 7, Flávio 6, Rogério 4, Eduardo 1.

REP- Caceres 14, Contrera 8, Paulino 5, Romero 3, Mercedes 1, Omar 1.

Foto: Divulgação / Norceca.

Aris oficializou a contratação da oposta Madelaynne Montaño

O Aris Volley da Grécia anunciou a contratação da oposta colombiana, Madelaynne Montaño para temporada 2018/2019.

A jogadora tem 35 anos e 1,85 de altura e já defendeu o San Fernando (Argentina), Rabita Baku (Azerbaidjão), Galatasaray (Turquia), Fenerbahçe (Turquia), Chemik Police (Polônia) e na última temporada o Modena da Itália.

Foto: instagram.com/arisvolleywomen

Conegliano oficializou a contratação da oposta japonesa Miyu Nagaoka

O Conegliano da Itália anunciou a contratação da oposta japonesa, Miyu Nagaoka para temporada 2018/2019. Nagaoka tem 27 anos, 1.79 de altura e desde de 2010 defendia o Hisamitsu Springs do Japão.

Nagaoka atualmente treina com a seleção do Japão e vai se juntar as suas novas companheiras de clube,  após o Mundial.

Foto: Divulgação / FIVB.

Volero Le Cannet oficializou a contratação da oposta Rosir Calderon

O Volero Le Cannet da França anunciou a contratação da ponteira/oposta cubana, Rosir Calderon para temporada 2018/2019.

Calderon tem 33 anos e 1,91 de altura e tem passagens pelo o Uralochka (Rússia), Dínamo Kranodar (Rússia), Volero Zurich (Suíça), Galatasaray (Turquia), Eczacibasi (Turquia), Ageo Medics (Japão), RC Cannes (França) e nas duas últimas temporadas o Volero Zurich da Suíça.

Foto: instagram.com/volerolecannet